segunda-feira, 23 de novembro de 2009

Dia do Músico: 22 de novembro

Ontem comemorou-se o Dia do Músico.
Conta-se, que uma jovem chamada Cecilia, que viveu por volta do século III, em Roma, era extremamente cristã, tinha o desejo de se tornar monja, mas sua família prometeram-na em casamento a um jovem romano, chamado Valeriano. Contra sua vontade casou-se com ele, mas na noite de nupcias, disse-lhe Cecília com toda a amabilidade:
- Valeriano, acho-me sob a proteção direta de um Anjo que me defende e guarda minha virgindade. Não queiras, portanto, fazer coisa alguma contra mim,
o que provocaria a ira de Deus contra ti.
Sendo assim, Valeriano, pagão e romano, respeitou-lhe a virgindade e converteu-se ao cristianismo, batizando-se naquela mesma noite.
O prefeito de Roma, Almachius, sabendo de sua conversão, citou-o perante o tribunal e exigiu que abandonasse, sob pena de morte, a religião que tinha abraçado. Diante da recusa, foi condenado à morte e decapitado.
Cecilia, prevendo o que lhe aconteceria, distribuiu toda sua fortuna entre os pobres. Foi presa e condenada a morrer queimada. Seu corpo foi exposto ao fogo por um dia e uma noite. Cecilia experimentou uma proteção divina extraordinária e, embora a temperatura tivesse sido elevada aponto de tornar-se intolerável, a serva de Cristo nada sofreu. Quando soube de tal fato, Almachius recorreu então, à pena capital, Cecilia teria que ser decapitada... O carrasco que recebeu a ordem de decapitá-la, ao dar seu primeiro golpe, este falhou!!! Após outros dois, o seu algoz não conseguiu separar sua cabeça do tronco... Ferida, cai e permanece nesta posição por três dias. Incrivelmente, ela permanece vida e os cristãos que a visitam, recebe dela, bons e caridosos conselhos.
Uma Igreja é erguida em sua casa, após a sua morte, a Igreja de Santa Cecilia é uma das mais lindas de Roma.
Desde o século XV, Santa Cecília é considerada padroeira da música. Sua festa é celebrada no dia 22 de Novembro, dia do Músico.
Para saber mais:

4 comentários:

Daniel Savio disse...

Interessante, mas para mim, a pior pena a ser aplicada era ser queimado...

Fique com Deus, menina Ivany.
Um abraço.

Dri Viaro disse...

Oi, passei pra conhecer seu blog, e desejar boa semana.
bjsss


aguardo sua visita :)

Raquel Machado disse...

Ola passando para avisar que o contador de histórias ocorre amanhã e sabado se quiser publicar seu conto entre esses dois dias aqui. Depois passa lá me avisar ok? Bjos
http://kriativa.zip.net

EDUARDO POISL disse...

"... E de novo acredito que nada do que é
importante se perde verdadeiramente.
Apenas nos iludimos, julgando ser donos das coisas,
dos instantes e dos outros.
Comigo caminham todos os mortos que amei,
todos os amigos que se afastaram,
todos os dias felizes que se apagaram.
Não perdi nada,
apenas a ilusão de que tudo podia ser meu para sempre."

Miguel Sousa Tavares

Abraços com todo meu carinho.
Um lindo final de semana com muito amor e carinho